PESQUISAR
   
Tipo:
Finalidade:
Cidade:
Código:  
  Boa Tarde, hoje é dia 17 de Fevereiro de 2018 - Belém / Pará
Apartamento 1 Quarto
Apartamento 2 Quartos
Apartamento 3 Quartos
Apartamento 4 ou + dormitórios
Casa
Casa em Condomínio
Casa de Praia
Sala Comercial
Terreno
Área Industrial
Lote em Condomínio Fechado
 
 
Apartamento 1 Quarto
Loja
 
  Apartamento decorado do Crystal Tower
  Notícias
  Links Úteis
  Parceiros
 Newsletter
Cadastre seu e-mail e receba novidades exclusivas.
0936 Informe o
código ao lado:
» Notícias  
03/08/2016
Setor da construção civil começa a dar sinais de reação
 
Indicadores apontam para retomada da confiança dos empresários a partir deste semestre, caso governo federal tome as medidas certas

Por: Altair Santos
Lentamente, a cadeia produtiva da construção civil começa a dar sinais de recuperação. A expectativa dos principais agentes do setor é de que haja um impulso maior neste segundo semestre de 2016, para que se consolide um viés de alta em 2017. Segundo o mais recente termômetro da ABRAMAT (Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção), existem expectativas positivas, mas com ressalvas. “Apesar da evolução no humor dos empresários, a realidade das vendas ainda aguarda melhoras. Quem sabe, em julho, haja a consolidação de números positivos”, afirma Walter Cover, presidente da associação.
Estimular a abertura de canteiros de obras é uma das estratégias para combater o desempregoEstimular a abertura de canteiros de obras é uma das estratégias para combater o desemprego
O termômetro da ABRAMAT mostra que 54% dos empreendedores das indústrias de materiais de construção afirmam pretender realizar investimentos nos próximos 12 meses. A pesquisa também indica que 23% dos empresários estão otimistas com os sinais emitidos pelo governo federal para o setor da construção civil. Isso, ressalta a CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), implica no resgate da credibilidade do país e no controle e qualificação dos gastos públicos “São passos que permitirão recuperar a capacidade de investimento”, diz o presidente da CBIC, José Carlos Martins.
O presidente da ABRAMAT lembra que é preciso também pensar em soluções para o comércio de materiais de construção. “O desemprego e o medo do desemprego têm postergado reformas nas moradias, responsável por 50% do consumo de materiais de construção. A indústria do setor requer uma política para estimular esse mercado. Já o segmento das construtoras depende de crédito imobiliárioem condições favoráveis e de um programa consistente de obras para infraestrutura”, afirma, já fazendo o alerta: “Mesmo com esses incrementos não voltaremos tão cedo ao ritmo de atividade do passado recente (período 2009-2014)”.
Alternativas viáveis
No entanto, não dá para ficar parado. Voltar a crescer, ainda que minimamente, é fundamental. Por isso, Walter Cover afirma que a ABRAMAT vem realizando reuniões com organismos governamentais, em particular com a Caixa Econômica Federal e com o comitê gestor do FGTS, para reestimular o crédito. Esses encontros têm trazido resultados. Recentemente, a Caixa Econômica ampliou o limite de financiamento de R$ 1,5 milhão para R$ 3 milhões nas operações de crédito do Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), válido a partir de 25 de julho de 2016. Essa modalidade financia imóveis sem emprestar dinheiro do FGTS.
A Caixa também está prestes a fomentar o crédito para obras menores. A intenção do governo federal é anunciar, em breve, um pacote de medidas que reaqueçam o varejo da construção civil. Entre elas, o lançamento de um cartão que vai disponibilizar R$ 5.000 de saldo para famílias que recebem até R$ 1.600 por mês. Os recursos poderão ser usados para pequenas reformas, sendo possível sacar para pagar a mão de obra e comprar material diretamente na loja de construção. “São medidas ainda tímidas, mas que começam a movimentar o mercado. O importante é sair da inércia”, avalia Walter Cover.
Entrevistados
Walter Cover, engenheiro agrônomo, Ph.D em economia agrícola e presidente da ABRAMAT (Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção)
Engenheiro civil José Carlos Rodrigues Martins, presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC)
Contatos
abramat@abramat.org.br
comunica@cbic.org.br
Crédito Foto: Dênio Simões/ Agência Brasília
Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330
 
Outras Notícias
03
08
Mercado imobiliário e construção civil começam a sair da crise econômica
[+] saiba mais
21
02
Crystal Tower - 3 suítes com Sacada Gourmet na melhor localização de Marabá
[+] saiba mais
03
08
Caixa amplia valores e diminui burocracia de financiamento de imóveis
[+] saiba mais
04
08
Pará terá maior parque aquático do Norte do Brasil
[+] saiba mais
04
08
Turismo rendeu receita de R$ 736 milhões ao Estado em 2015
[+] saiba mais
25
12
Vale obtém licença para operar o maior projeto de sua história
[+] saiba mais
08
06
Caixa Anuncia Taxa De Juros ‘Personalizada’ Para O Mercado Imobiliário
[+] saiba mais
08
06
Governo da China garante apoio ao projeto da Ferrovia Paraense
[+] saiba mais
23
07
Começa a inflexão do setor imobiliário
[+] saiba mais
23
07
Crystal Tower - Início do Revestimento Externo
[+] saiba mais
 
Voltar
  • Olá, Como vai?

    17:49

  • Estamos disponíveis para mais informações

    17:49

  • Entre em contato via whatsapp

    17:49

 
Sobre Nós  |  Pesquisa Completa  |  Vender / Alugar meu Imóvel  |  Notícias  |  Links Úteis  |  Parceiros  |  Fale Conosco
(91)8364-2771(zap) (94) 99112-2764
 
  Metro Quadrado Imóveis  
Creci. J-310
Site para Imobiliarias
Site para Imobiliarias